Educação

152

A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) aplicou neste domingo (20) a prova da primeira fase do vestibular 2017 para mais de 67 mil candidatos.

Confira a seguir a correção feita pelos professores do cursinho Oficina do Estudante, de Campinas (SP). [veja galeria de fotos]

CORREÇÃO DA PRIMEIRA FASE DA UNICAMP – (OFICINA DO ESTUDANTE)
1 – C 46 – D
2 – B 47 – B
3 – 48 – D
4 – 49 –
5 – 50 –
6 – C 51 – A
7 – D 52 –
8 – A 53 –
9 – C 54 – D
10 – 55 – D
11 – 56 – A
12 – A 57 – A
13 – 58 – A
14 – C 59 –
15 – D 60 – C
16 – B 61 –
17 – C 62 – A
18 – 63 –
19 – 64 –
20 – 65 –
21 – D 66 –
22 – 67 –
23 – 68 –
24 – 69 –
25 – 70 –
26 – 71 –
27 – 72 –
28 – 73 –
29 – 74 –
30 – 75 –
31 – 76 –
32 – B 77 –
33 – 78 – C
34 – 79 – B
35 – 80 –
36 – D 81 –
37 – 82 –
38 – 83 –
39 – 84 –
40 – D 85 –
41 – D 86 –
42 – C 87 –
43 – 88 –
44 – 89 –
45 – 90 –

Diferentes versões
No vestibular aplicado pela Unicamp, havia versões variadas de provas: as questões eram as mesmas, mas em ordem diferentes.

A Oficina do Estudante considerou a prova Q e Y para o gabarito extraoficial ao lado.

No site da Comvest estão disponíveis as quatro versões da prova, e o candidato pode conferir qual é a ordem correta das questões para cada caso:

Prova T e Z

Prova S e W

Prova R e X

Prova Q e Y

A prova
A Unicamp aplicou neste domingo a 1ª fasedo vestibular 2017 para os candidatos inscritos que disputam 3.320 vagas  distribuídas em 70 cursos de graduação. Os portões dos locais de prova foram fechados às 13h03 para o início do exame.

A avaliação foi realizada simultaneamente em  29 cidades paulistas (Araçatuba, Avaré, Bauru, Botucatu, Bragança Paulista, Campinas, Franca, Guaratinguetá, Guarulhos, Jundiaí, Limeira, Marília, Mogi das Cruzes, Mogi Guaçu, Osasco, Piracicaba, Presidente Prudente, Registro, Ribeirão Preto, Santo André, Santos, São Bernardo do Campo, São Carlos, São João da Boa Vista, São José do Rio Preto, São José dos Campos, São Paulo, Sorocaba e Sumaré) e no Distrito Federal (DF).

A primeira fase
A prova da 1ª fase do vestibular 2017 da Unicamp teve 12 questões interdisciplinares, ao invés de quatro, como nos anos anteriores.

O exame teve 90 questões de múltipla escolha, distribuídas da seguinte maneira: 13 testes de língua portuguesa e literaturas de língua portuguesa, 13 de matemática, 9 perguntas de história e 9 de geografia (incluindo filosofia e sociologia), 9 de física, 9 de química, 9 de biologia, 7 de inglês, além das 12 interdisciplinares.

A lista de aprovados na primeira fase será divulgada no dia 13 de dezembro

Abstenção
Segundo a Comvest, a abstenção na primeira fase este ano foi de 8,64% contra 8,20% no vestibular 2016. Em 2015, o índice foi de 8,04%.

Dos 73.489 inscritos no vestibular 2017, 6.346 candidatos não compareceram para fazer o exame.

Em Campinas, a abstenção foi de 9,6% e em São Paulo de 8,5%.

Avaliações
Os candidatos comentaram que a provadeste ano citou o desastre de Mariana, personagens de desenhos animados e o Manifesto Comunista.

Além disso, conforme esperado, o exame também foi mais interdisciplinar que em anos anteriores.

Havia um expectativa grande dos estudantes em relação ao novo modelo de prova de 2017, que passou de quatro para 12 o número de questões interdisciplinares (que envolvem raciocínio e associação de conteúdos de mais de uma disciplina em um mesmo enunciado).

Segunda fase
A segunda fase será realizada nos dias 15, 16 e 17 de janeiro de 2017.

As provas de habilidades específicas para os cursos de arquitetura e urbanismo, artes cênicas, artes visuais e dança, serão feitas entre 2

133

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) afirmou, em nota, que “rechaça veementemente mais uma tentativa de tumultuar o Enem 2016, que foi realizado com absoluto sucesso para 5,8 milhões dos 8,6 milhões de inscritos”.

No texto, o Inep esclarece que o tema da redação deste ano “não é o mesmo de uma prova falsa divulgada às vésperas do Enem 2015”. O instituto também explicou que a prova deste ano também usou estudo da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República indicado na prova falsa, mas que “trata-se de uma coincidência de assuntos que não afeta o Enem 2016, por não se tratar de um vazamento”.

Leia a nota na íntegra:

1 – O tema da redação do Enem 2016, Caminhos para Combater a Intolerância Religiosa no Brasil, não é o mesmo de uma prova falsa divulgada às vésperas do Enem 2015, com o tema Intolerância Religiosa no Século XXI.

2 – Abordar simplesmente o tema intolerância religiosa no século XXI não permite que o participante desenvolva uma proposta de intervenção na realidade, respeitando os direitos humanos, o que contraria os pressupostos metodológicos previstos no Edital do Enem.

3 – O gráfico que apoia o desenvolvimento da redação do Enem 2016 é baseado em um estudo da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, de domínio público. O gráfico da prova falsa divulgada às vésperas do Enem 2015 é baseado no mesmo estudo, mas tem recorte diferente.

4 – Portanto, trata-se de uma coincidência de assuntos que não afeta o Enem 2016, por não se tratar de um vazamento.

5 – É importante ressaltar que todos os anos são veiculadas em diversas redes sociais provas de redação falsas com os mais variados temas de relevância social, que muitas vezes mantém uma relação com o que pode ser proposto em redações do Enem.

6 – A formulação do tema de redação do Enem é feita com a participação de professores de várias áreas do conhecimento que compõem o banco de elaboradores e revisores do Inep. Esses elaboradores e revisores são selecionados por meio de chamada pública nas instituições públicas de ensino. É realizado um evento com a presença desses colaboradores, quando são discutidos temas de ordem social, cultural, política ou científica, que propiciem propostas de intervenção social.

7 – Para a escolha dos temas de redação, são levantados, pela comissão de especialistas, diversos assuntos que remetem a questões sociais que merecem discussão mais ampla e conscientização da sociedade. Cabe ressaltar que a escolha desses temas não é motivada exclusivamente por propagandas ou notícias atuais.

8 – Na elaboração da prova de redação, são escolhidos alguns textos motivadores. Esses textos são, em sua maioria, retirados de sites de instituições governamentais. Procura-se obter dados oficiais que confirmem a questão abordada na proposta de redação. Os textos motivadores servem de apoio ao candidato para que reflita sobre o tema e possa dar o encaminhamento que julgar mais adequado dentro do tema proposto e respeitando os direitos humanos. Porém, eventualmente, textos motivadores para a proposta de redação podem ser obtidos em veículos de comunicação.

9 – Por fim, o Inep condena o uso de mentiras e falsas polêmicas com objetivos políticos e sem qualquer compromisso com a educação ou com os milhões de jovens que fizeram o Enem.

133

Neste domingo (20), estudantes que concluíram os cursos de educação superior, em todo o Brasil, vão participar do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade). A avaliação, que deve reunir mais de 215 mil inscritos, terá início às 13h (horário de Brasília), com duração de quatro horas.

Os estudantes devem preencher o Questionário do Estudante, por meio do sistema eletrônico Enade, até o domingo (20). Somente após o preenchimento, será possível visualizar o local de prova.

O questionário é de preenchimento obrigatório apenas para os concluintes regulares, ou seja, os habilitados a fazer o exame. Ingressantes e inscritos como irregulares de anos anteriores não têm acesso.

Cursos

Este ano, serão avaliados os bacharéis em agronomia, biomedicina, educação física, enfermagem, farmácia, fisioterapia, fonoaudiologia, medicina, medicina veterinária, nutrição, odontologia, serviço social e zootecnia, além dos tecnólogos em agronegócio, estética e cosmética, gestão ambiental, gestão hospitalar e radiologia.

Novidade

Nesta edição, o exame terá novidades para garantir mais segurança ao procedimento de aplicação. A folha de resposta será encartada no caderno de provas. Ambos, nominais, identificarão a área do conhecimento em que se enquadra o curso realizado pela instituição. Esses dados permitirão a conferência pelo participante. Ao fim do processo, a folha de resposta será destacada e entregue ao fiscal de sala.

RANDOM POSTS

68
A maior ponte do mundo está prestes a ser inaugurada na China. Com um comprimento de 50 km, a passagem deve começar a ser usada...